¿Insegurança com o processo político¿. Assim a senadora Marina Silva, pré-candidata à sucessão presidencial pelo PV, definiu a hipótese de licença de Luiz Inácio Lula da Silva do cargo para apoiar a campanha da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência da República. A senadora afirmou que nas eleições os candidatos ¿devem se firmar por si mesmos, sem, contudo, negar apoios¿.

Liderar um país como o Brasil requer uma afirmação dos postulantes a essa liderança. Isso não é algo que se possa deixar para depois que ganhar as eleições. O momento de ganhar as eleições é o momento de exercer essa liderança. Se isso se confirmar talvez seja uma certa insegurança com o processo político. Não sei, estamos aguardando os fatos, disse a senadora a jornalistas, ao ser indagada sobre a possibilidade de Lula se afastar da presidência da República para apoiar Dilma Rousseff, candidata do PT.

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), entretanto, disse hoje que não há fundamento a notícia de que Lula se licenciaria por dois meses para fazer campanha de Dilma - passando-lhe assim a faixa presidencial. "Se Lula não se licenciou nem quando era candidato, por que ia se licenciar agora?".

Seminário

Marina Silva participa do seminário O Setor Energético e a Transição para a Economia de Baixo Carbono, no Rio. Antes de dar a palestra, a senadora recomendou cuidado redobrado aos governantes para evitar o uso da máquina estatal durante as eleições. Eu acho que isso em muitos momentos fica claramente quebrado, afirmou.

A senadora evitou criticar o Bolsa-Família ao responder a perguntas dos repórteres. Mas declarou que os programas sociais do governo devem ser complementados com investimentos mais expressivos em educação.

Entre os participantes do seminário estavam Guilherme Leal, co-presidente do Conselho de Administração da Natura. O executivo é apontado como um dos candidatos a vice na chapa do PV à sucessão presidencial. "Ainda estamos amadurecendo esta idéia, isso dependerá de processos políticos", afirmou Leal.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.