Aeroportuários decidem entrar em greve a partir do dia 15

Os funcionários da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) decidiram entrar em greve a partir de 15 de julho, segundo informações da Agência Brasil. A decisão, discutida em assembléias em todo o País, foi consolidada ontem com a adesão dos funcionários que trabalham na sede da Infraero, em Brasília.

Agência Estado |

A categoria quer rever a retirada de benefícios que teria sido sugerida pela empresa na renovação do acordo coletivo. De acordo com o Sindicato Nacional de Aeroportuários (Sina), entre os benefícios que a Infraero quer retirar está o pagamento de promoções e do bônus de Natal.

Uma das sugestões apresentadas pela Infraero, afirma o sindicato, foi diminuir o percentual pago pela hora extra de trabalho. Para o presidente do Sina, Francisco Luiz Xavier de Lemos, a proposta de reajuste de 5,04% é insuficiente. Os aeroportuários querem 6% e um acréscimo de 5,32%, referente ao crescimento do setor aéreo.

Em nota divulgada ontem, o presidente da Infraero, Sergio Gaudenzi, afirmou que as negociações estão em andamento e o canal entre a empresa e o sindicato continua aberto. A nota da Infraero afirma ainda que a operação dos aeroportos continua normal.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG