Aeroportos terão campanha de educação sanitária

O governo vai promover nos meses de julho e agosto uma campanha de educação sanitária em aeroportos brasileiros, para que passageiros de vôos internacionais e agentes de transporte aéreo recebam informações sobre os perigos que trazer alimentos ou plantas de outros países podem acarretar para a agropecuária do País. A entrada em território brasileiro de qualquer animal, vegetal e seus produtos, inclusive para consumo próprio, sem autorização prévia e certificação sanitária é proibida pelo Ministério da Agricultura.

Agência Estado |

A medida visa impedir a introdução de pragas vegetais e agentes de doenças animais que comprometam a sanidade e a produção agropecuária do Brasil. Caso o passageiro traga algum desses produtos, é necessário informar na Declaração de Bagagem Acompanhada e apresentar-se à Vigilância Agropecuária Internacional após a retirada da equipagem.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Agricultura, a idéia da campanha é ampliar o conhecimento da população sobre o assunto no período das férias escolares e de verão no hemisfério norte e eventos esportivos internacionais, como as Olimpíadas na China. A campanha será promovida pelo Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), da Secretaria de Defesa Agropecuária.

As informações serão distribuídas nos aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Recife, Belém, Manaus, Fortaleza, Natal e Belo Horizonte. Serão revistas, folders, filipetas, cartazes e banners, além de mensagem em áudio, em três idiomas, veiculada pelo sistema de som dos aeroportos internacionais e aeronaves que chegam ao País. O material será entregue aos passageiros nas áreas de check-in e nas salas de embarque.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG