Aeroportos: Juizados Especiais têm movimento normal

Os Juizados Especiais instalados no Aeroporto Internacional de Guarulhos e no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, têm movimento normal no mês de dezembro

AE |

selo

Os Juizados Especiais instalados no Aeroporto Internacional de Guarulhos e no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, têm movimento normal no mês de dezembro. Segundo um balanço divulgado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), até o último domingo, foram registradas 397 reclamações nos dois Juizados, em 74 foi possível um acordo.

Os Juizados Especiais começaram a funcionar nos cinco maiores aeroportos do País, em julho deste ano, para atender passageiros que tiveram problemas com extravio de bagagens, atrasos e cancelamentos de voos ou outras falhas relacionadas ao serviço de transporte aéreo. Os juizados foram instalados nos aeroportos Juscelino Kubitschek, em Brasília, Antonio Carlos Jobim (Galeão) e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e nos dois principais aeroportos de São Paulo.

De acordo com o balanço do TJ-SP, desde o início do funcionamento, foram registradas 377 reclamações em Congonhas e firmados 85 acordos. Em Guarulhos, o movimento no Juizado tem sido maior, já foram registradas 2174 reclamações, em 495 resultaram em acordo.

O Juizado Especial em Congonhas funciona no mezanino do saguão principal.O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 10 às 19 horas, aos sábados, domingos e feriados o atendimento é das 14 às 19 horas. Já em Guarulhos, o atendimento é feito no Terminal 1, Asa B. O horário de funcionamento de segunda a sexta-feira é das 11 às 22 horas e aos sábados, domingos e feriados das 15 às 22 horas.

    Leia tudo sobre: NACIONALGERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG