Valor corresponde a 8,6%% das decolagens previstas; atrasos contabilizados representam 0,5% do total

As companhias aéreas cancelaram hoje 110 dos 1.275 voos programados entre 0h de sábado e 15h deste domingo (1º) nos aeroportos do País, o equivalente a 8,6% do total, informa o mais recente boletim da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Entre 14h e 15h, apenas seis voos, ou 0,5% do total de decolagens previstas, estão atrasados. No período (0h de sábado e 15h), 42 voos sofreram atrasos. Os percentuais recuaram em relação ao início da tarde, quando a Infraero contava 10% dos voos cancelados e 3,2% com atraso.

Veja também: Acompanhe a situação das estradas na volta do réveillon

No Aeroporto Internacional André Franco Montoro, em Guarulhos, 11,4%, ou 16 dos 140 voos programados para o primeiro dia do ano foram cancelados. O aeroporto internacional paulista foi o que registrou maior número de atrasos no País: 10 até agora. No Aeroporto de Congonhas, um dos mais movimentados do Brasil, 5 dos 95 voos programados foram cancelados. Em Viracopos, em Campinas, interior de São Paulo, dos 62 voos previstos, 9 foram cancelados.

No Rio de Janeiro, dos 89 voos programados para sair do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, cinco foram cancelados entre meia-noite de ontem e 15 horas deste domingo e só quatro sofreram atraso. No Santos Dumont, quatro dos 57 voos previstos foram cancelados e apenas um se atrasou.
No Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, dos 91 voos programados para este domingo, cinco foram cancelados. Não há registro de atrasos de voos na capital do País hoje. No Aeroporto Tancredo Neves, em Belo Horizonte, capital mineira, dos 70 voos programados três foram cancelados e dois se atrasaram.

Em Porto Alegre, nove dos 49 voos programados foram cancelados, mas só um sofreu atraso. No Aeroporto dos Navegantes, em Florianópolis, nenhum dos nove voos programados para este domingo foi cancelado e só um sofreu atraso.

*Com informações da Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.