SÃO PAULO - Pelo segundo dia consecutivo, a neblina prejudicou o funcionamento do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Da zero hora às 14h de hoje, o terminal teve atrasos superiores a 30 minutos em 48 das 100 partidas programadas, o equivalente a 48% do total.


Trata-se do maior número registrado pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) no País no período.

A visibilidade inferior a 300 metros causou a suspensão das aterrissagens em Cumbica das 6h11 às 7h35. O terminal reabriu com o funcionou com o auxílio de instrumentos e passou a operar sem restrições às 10h10. Por conta do fechamento, quatro vôos foram alternados para o Aeroporto Antonio Carlos Jobim, no Rio, e quatro para o Viracopos, em Campinas, no interior paulista. Desses, seis eram nacionais e dois, internacionais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.