Aeronáutica investiga pane em turbina de avião no AM

O Serviço Nacional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Senipa), da Força Aérea Brasileira (FAB), e a empresa Rico Linhas Aéreas já começaram a investigar a causa da pane em uma das turbinas do avião Bandeirante prefixo PT-OCV, que hoje fez um pouso forçado no município amazonense de Coari, a 363 quilômetros a oeste de Manaus. O avião saiu da capital do Estado com destino ao município de Carauari, a 788 quilômetros de Manaus.

Agência Estado |

Estavam à bordo quatorze passageiros que sofreram escoriações leves. A aeronave tinha mais de 20 anos de uso.

De acordo com a assessoria de comunicação da Rico Linhas Aéreas, oficiais do Senipa e membros da equipe de manutenção da empresa já iniciaram a investigação do acidente. A Rico ainda não sabe quando deverá remover a aeronave para Manaus, mas pretende recuperar o Bandeirante. O mesmo avião que levou a equipe de investigação para Coari trouxe os passageiros e a tripulação do avião de volta à capital do Amazonas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG