Aeronáutica e Funasa divulgam os nomes dos 11 ocupantes de avião desaparecido

A Aeronáutica divulgou, por meio de nota, o nome dos quatro militares que estavam a bordo no avião C-98 desaparecido desde a manhã de quinta-feira na Região Amazônica.

Redação |

Os quatro tripulantes são o primeiro-tenente Carlos Wagner Ottone Veiga, o segundo-tenente José Ananias da Silva Pereira, o suboficial Marcelo dos Santos Dias e o primeiro-sargento Edmar Simões Lourenço.

Outras sete pessoas que viajavam na aeronave eram funcionários da Funasa (Fundação Nacional de Saúde). Eram eles: Diana Rodrigues Soares, João de Abreu Filho, Jositéia Vanessa de Almeida, Marcelo Nápoles de Melo, Maria das Dores Silva Carvalho, Maria das Graças Rodrigues Nobre e Marina de Almeida Lima.

Segundo a fundação, os colaboradores da Funasa foram designados para realizar ações de imunização em cerca de 3,7 mil indígenas de, aproximadamente, 40 aldeias no Vale do Javari, no Amazonas.

Buscas

Sete aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) realizam, neste momento, buscas pelo avião que desapareceu depois de ter partido de Cruzeiro do Sul, no Acre, com destino a Tabatinga, no sudoeste do Amazonas.

O avião seguia para o município amazonense de Tabatinga e apoiava missão de vacinação do Ministério da Saúde.

A confirmação do desaparecimento foi feita pelo Comando da Aeronáutica. De acordo com o órgão, as buscas prosseguiram durante toda esta madrugada com a ajuda de um helicóptero HM-3 Cougar do Exército e uma aeronave R-99 da FAB equipados com sensor para varredura térmica. Porém, não foram econtrados sinais do avião desaparecido.

As aeronaves que estão sendo utilizadas nesta sexta-feira para o trabalho de busca são dois helicópteros H-60L BlackHawk, um helicóptero HM-3 Super Cougar, um KC-130 Hércules, um SC-95 Bandeirante, dois C-150 Amazonas e um R-99.

Mapa da região que seria sobrevoada pelo avião da FAB


Sinal de emergência

Ainda segundo a FAB, a aeronave emitiu sinal de emergência 58 minutos depois da decolagem em Cruzeiro do Sul, no Acre. Com base nas informações do sinal de emergência e dos últimos contatos de radar e rádio com o controle de tráfego aéreo, foi possível estabelecer uma área para início das buscas.

O Comando da Aeronáutica informou ainda que as condições meteorológicas eram boas no horário do desaparecimento do avião e que permanecem boas durante as operações de busca.

Para ajudar no trabalho de buscas, a FAB montou uma base de operações em Cruzeiro do Sul, e 36 militares, entre médicos, enfermeiros e especialistas em resgate, foram deslocados para a região - mais de cem militares já participam da operação. A FAB afirmou também que as famílias estão recebendo assistência e informações sobre o trabalho.

Modelo C-98 Caravan

O modelo C-98 Caravan foi desenvolvido no início dos anos 80 nos Estados Unidos para transporte de pequenas cargas e passageiros em curtas distâncias. No Brasil, é utilizado desde 1987 em tarefas de apoio, utilitárias e de evacuação aeromédica. Também é usado pelo Correio Aéreo Nacional e em ações cívico-sociais do Exército.

Divulgação
Imagem de arquivo da FAB da aeronave C-98 Caravan
Imagem de arquivo da FAB de uma aeronave C-98 Caravan

(*com informações das agências Brasil e Estado)

Leia também:

Leia mais sobre C98-Caravan


    Leia tudo sobre: avião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG