O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, disse hoje que é preciso que o governo federal tenha cuidado na antecipação da campanha presidencial, mas ressaltou que a agenda do PSDB não deve ser construída em razão da pré-candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. O PSDB deve ter a sua estratégia.

Acho absolutamente razoável que o final do ano seja o momento certo para a definição de candidatura, de projetos e de propostas".

Ao mesmo tempo, o governador continua flertando com o PMDB. O ministro das Comunicações, Hélio Costa, que participou de uma solenidade pela manhã com Aécio, observou que a legenda está fortalecida e afirmou que o governador tem de tomar uma decisão até setembro, caso tenha mesmo interesse em se filiar ao PMDB. "O prazo não é nosso, o prazo é da Justiça Eleitoral. Eu acho que ele tem até setembro para tomar uma decisão".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.