Aécio prepara ato político para receber Serra em MG

Tucanos de Minas Gerais preparam uma festa para receber em Belo Horizonte o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra. O ato político, marcado para segunda-feira, tenta fazer frente aos boatos de que o ex-governador de Minas Aécio Neves - preterido pelo partido para essa disputa - estaria pouco empenhado na eleição do paulista.

Agência Estado |

Com um público estimado em 300 pessoas, o evento recebeu provisoriamente o nome de "Aécio aponta o caminho: Minas é Serra e Anastasia".

No Estado, segundo maior colégio eleitoral do País, Serra enfrenta o risco de voto conjunto na presidenciável do PT, Dilma Rousseff, e no candidato tucano ao governo estadual, Antônio Anastasia. A dobradinha foi apelidada de "Dilmasia". Em entrevista na semana passada, Dilma disse admitir essa possibilidade e chegou a sugerir que "Anastadilma" soaria melhor. Já Serra descartou a hipótese e disse que "Dilmasia parece nome de doença".

Coube ao presidente do PSDB-MG, Narcio Rodrigues, organizar a recepção a Serra. "Vamos mostrar aos eleitores mineiros que a eleição de Serra e Anastasia ajuda Aécio", disse Rodrigues. Apesar das tentativas de tucanos paulistas, Aécio nega-se a concorrer como vice na chapa presidencial e insiste em disputar o Senado Federal.

O evento vai marcar ainda a entrega a Serra de um plano de ação com foco em Minas. A ideia é que o documento, em fase final de elaboração, integre o programa de governo do presidenciável. Entre os pedidos dos mineiros estão obras viárias e a revitalização do Rio São Francisco, que nasce no Estado.

Serra confirmou nesta madrugada, via twitter, que estará em Minas Gerais na segunda-feira. Ontem, em visita à Bahia, negou que tivesse começado pelo Nordeste sua pré-campanha. "Não troquei Minas por Bahia, aqui estou fazendo uma visita. Em Minas vai ser mais do que uma visita. Não há nenhum ato político organizado aqui", disse ontem em Salvador.

Serra deve aproveitar a ida ao Estado para almoçar com empresários na Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). À tarde, o presidenciável é esperado em um evento sobre economia verde do aliado PPS.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG