Aécio: Pesquisa é motivo de preocupação para governo

Os dados da última pesquisa CNT/Sensus não mudam o cenário da disputa interna pela indicação como presidenciável do PSDB em 2010, afirmou hoje o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). O mineiro classificou o resultado como positivo para as oposições e preocupante para o governo.

Agência Estado |

No levantamento divulgado ontem, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), mantém a liderança, enquanto o índice da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff - virtual candidata petista - recuou na simulação de segundo turno. Nos cenários em que é o candidato tucano, Aécio aparece atrás de Dilma tanto no primeiro quanto no segundo turnos.

"Não muda o cenário (da disputa entre ele e Serra pela indicação do partido). Eu digo que é uma boa largada para as oposições", disse, observando que até o fim do ano o PSDB deverá decidir o instrumento que será utilizado para a definição do candidato. "Se as prévias - que ainda me parece o mais apropriado - ou um conjunto de análises que inclua também as pesquisas eleitorais, mas leve em consideração outros aspectos, como baixo índice de rejeição, a capacidade de aglutinação, o potencial de crescimento".

Aécio afirmou que está reavaliando sua entrada no Twitter. Ele disse que tem medo de ficar "escravo" do site de microblogs, no qual Serra já tem milhares de seguidores.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG