profunda reforma no Senado - Brasil - iG" /

Aécio Neves defende profunda reforma no Senado

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), afirmou hoje, ao sair do Ministério da Fazenda, que mais importante do que focar em um só senador (José Sarney) os problemas enfrentados pelo Senado é fazer uma profunda reforma gerencial e administrativa da Casa. A superação da crise não depende do afastamento de uma pessoa ou de um senador.

Agência Estado |

O Senado precisa se renovar, se oxigenar. Isso é mais importante do que focar em um senador, seja o presidente Sarney ou não", disse Aécio, após ser recebido em audiência pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Ante a insistência de jornalistas em saber se é contra ou favorável ao afastamento de Sarney da presidência do Senado, o governador limitou-se a afirmar que, no PSDB, essa é uma questão que está sendo conduzida pela bancada do partido no Senado. Na avaliação de Aécio, a crise no Senado é resultado de um acúmulo de ações que não foram claras e transparentes na gestão da Casa ao longo de uma década. "O presidente Sarney precisa rever os métodos gerenciais e dos órgãos de comando", afirmou. "Mas se o presidente (Sarney) sai ou não sai é o Senado que deve decidir."

A uma pergunta sobre a possibilidade de estar a resistência do governo ao licenciamento de Sarney relacionada ao fato de que a presidência do Senado passaria a ser ocupada por um senador do PSDB - Marconi Perillo (GO) -, Aécio respondeu que este parlamentar tem condições de conduzir o Senado "com absoluta isenção". Acrescentou que isso não quer dizer que ele, Aécio, esteja defendendo o afastamento de Sarney.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG