Aécio negocia com Lula parceria público-privada para investimentos no metrô de BH

BRASÍLIA - O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), esteve reunido no final da tarde desta sexta-feira com o presidente Lula, na tentativa de viabilizar uma parceria público-privada nas obras de extensão do metrô de Belo Horizonte. Neves defende que o investimento seja incluído no PAC da Mobilidades, projeto que prevê investimentos em mobilidade urbana para a realização da Copa de 2014 no Brasil.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Na semana que vem, o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB) ¿ que também esteve reunido com Lula e Aécio Neves nesta sexta - deve continuar as negociações da proposta com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Segundo Aécio, se os investimentos do governo federal no metrô de Belo Horizonte de fato ocorrerem, está será o primeiro caso de parceria público privada em metrô, em transporte coletivo no brasil.

Estamos falando em investimentos, até 2013, de R$ 1,7 bilhão do governo federal, R$ 600 milhões do Estado e da prefeitura, e R$ 1,1 bilhão da iniciativa privada, ressaltou o governador, alegando que o metrô da capital poderá transportar mais de 800 mil passageiros até 2013, caso o projeto tenha êxito.

Leia mais sobre: Metrô - Minas Gerais

    Leia tudo sobre: metrô em minas gerais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG