Aécio nega de novo que seja vice em chapa com Serra

SÃO PAULO - Pela segunda vez em três dias, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), reiterou que não será candidato a vice-presidente nas eleições de outubro em uma chapa encabeçada pelo colega paulista, José Serra (PSDB). Eu não cogito essa possibilidade, disse Aécio, em Brasília, onde participa de homenagens ao centenário de nascimento do seu avô, o ex-presidente Tancredo Neves. Serra também está presente nas comemorações. Na chegado ao evento, ele esquivou-se de tratar de qualquer assunto referente à sucessão presidencial de 2010.

Valor Online |

"Estou aqui para tratar de Tancredo Neves e não de política nacional", resumiu.

A pressão sobre Aécio cresceu desde que foi divulgada no último domingo a pesquisa Datafolha para a corrida ao Palácio do Planalto. O levantamento mostrou um recuo nas intenções de voto em Serra ao mesmo tempo em que registrou uma maior preferência do eleitorado pela candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Tucanos avaliam que a definição de Aécio como vice criaria um fato político relevante e ajudaria a estancar a queda de Serra nas pesquisas, já que o governador paulista pretende esperar até abril para anunciar sua decisão.

Além disso, a chapa com Aécio fortaleceria a candidatura presidencial do PSDB no Estado de Minas Gerais, o segundo maior colégio eleitoral do país. O governador mineiro encerra o mandato neste ano com grande popularidade.

(Fernando Taquari | Valor, com Agência Brasil)

    Leia tudo sobre: aécio neves

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG