Aécio diz não cogitar candidatura tucana em BH

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), disse hoje que não cogita o lançamento de um candidato tucano à sucessão municipal em Belo Horizonte e reiterou que confia na consolidação da ampla aliança na capital mineira, inclusive com a participação do PMDB. Aécio afirmou também que acredita na superação do veto imposto pela Executiva Nacional do PT ao acordo.

Agência Estado |

"Alguns preferem valorizar mais ou dar mais importância ao embate político ou à vaidade pessoal ou à vitória dessa ou daquela sigla. Eu acho que nós amadurecemos suficientemente na política mineira para propor algo dessa dimensão. Acho natural que algumas incompreensões tenham havido, mas a minha expectativa é de que elas serão superadas", afirmou o governador.

Questionado sobre a possibilidade de candidatura própria do PSDB, Aécio disse que "isso não está sendo cogitado agora." Segundo ele, a chapa encabeçada pelo seu secretário de Desenvolvimento Econômico, Márcio Lacerda, tendo o deputado estadual petista Roberto Carvalho como vice, é a que "está colocada". "Vamos trabalhar para fortalecê-la."

Nesse sentido, o governador observou que pretende conversar nos próximos dias com o líder do PMDB na Assembléia Legislativa, deputado estadual Gilberto Abramo, e outras lideranças do partido. "Para tentarmos construir o projeto para Belo Horizonte. Repito: esse não pode ser um projeto do meu partido, deste ou daquele partido, tem que ser um projeto a favor da cidade e o PMDB é muito bem-vindo nele. Acho que será possível construirmos essa convergência. Estou muito animado."

Enquanto uma ala do PMDB mineiro iniciou conversas sobre a aliança articulada entre tucanos e petistas, Abramo - que representa a resistência da bancada estadual - protocolou na segunda-feira uma representação contra o prefeito Fernando Pimentel (PT) e Lacerda na Procuradoria Eleitoral de Minas. Ele pede que ambos sejam enquadrados por abuso do poder econômico e solicita providências para uma suposta propaganda eleitoral extemporânea durante um evento no dia 28 de abril.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG