Aécio critica proposta de criação de nova CPMF

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), criticou hoje a proposta de criação de uma nova Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e cobrou a racionalização dos gastos do governo para um financiamento mais adequado para a saúde. Aécio, que no final do ano passado se empenhou dentro do próprio partido pela manutenção do antigo imposto do cheque, demonstrou, porém, que não concorda com a sua recriação.

Agência Estado |

Ele observou que 2008 é um ano eleitoral e a proposta prevê aumento de carga tributária.

"Acho muito difícil que no Congresso, sobretudo este ano, de eleição, avance qualquer proposta, sobretudo que tenha no seu bojo aumento de carga tributária", disse. "Neste momento, o ideal é o governo racionalizar os seus custos - o governo vem gastando muito, e a meu ver gasta mal - para que nós possamos ter um financiamento mais adequado para a saúde." Aécio participou hoje, em Itacarambi, no norte de Minas, da entrega de 76 casas às famílias da comunidade rural do distrito de Caraíbas, que ficaram desabrigadas após o terremoto de 4,9 pontos na escala Richter em dezembro do ano passado.

Aliança/BH

O governador foi questionado sobre a decisão da Executiva Estadual do PT, que na semana passada aprovou por pequena margem de votos a aliança com os tucanos em Belo Horizonte. Embora tenha dito que se trata de uma decisão interna do PT, afirmou que espera que a Executiva Nacional derrube o veto imposto ao acordo. "Acho que os belo-horizontinos, eu como belo-horizontino posso dizer, que esperamos é o respeito às decisões da instância municipal e agora respaldada pela instância estadual do partido."

Aécio também disse que deverá ficar de fora dos palanques municipais no interior do Estado, a não ser em caso de "exceções". "Na grande maioria dos municípios a disputa se dará entre aliados do nosso governo. Eu sou filiado ao PSDB, como vocês sabem, mas sou governador de uma ampla aliança. E em respeito a essa aliança, eu não devo ter uma presença pessoal."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG