O advogado Otto Rubens Henne Júnior foi detido na manhã de hoje ao tentar entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) II de Osasco, na Grande São Paulo, com peças de celular escondidas dentro do sapato. De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o advogado, que atenderia dois presos, escondia quatro placas de telefones celulares com chip, quatro baterias e vários componentes.

Ainda segundo a secretaria, os objetos foram descobertos quando o advogado passou pelo detector de metais da unidade. Henne Júnior foi encaminhado ao 2º Distrito Policial de Osasco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.