Advogado diz não saber do que Dantas é acusado e fala em vingança " / Advogado diz não saber do que Dantas é acusado e fala em vingança " /

Advogado nega ligação de Dantas com o mensalão

RIO DE JANEIRO - O advogado Nélio Machado, que defende o sócio-fundador do Opportunity, Daniel Dantas, disse em entrevista coletiva que seu cliente não tem nenhuma ligação com o mensalão e que desconhece vínculo de Dantas com o investidor Naji Nahas ou o ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/08/advogado_de_dantas_critica_anuncio_de_prisao_1426300.htmlAdvogado diz não saber do que Dantas é acusado e fala em vingança

Agência Estado |

Agência Brasil
Daniel Dantas foi preso nesta terça-feira
Dantas, Nahas e Pitta foram presos em ações da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, que foi deflagrada nesta terça-feira na seqüência de investigação sobre suposto esquema de desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro. A PF iniciou as investigações há quatro anos, como desdobramento do caso do mensalão.

Machado afirmou que seu cliente sofre perseguição da Polícia Federal e do Ministério Público. Ele disse que não viu nenhuma ação assim contra integrantes do PT. "Não vi uma ação dessas contra Genoino, Dirceu ou Roberto Jefferson". Ele referia-se ao ex-presidente do PT José Genoino, ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e ao ex-presidente do PTB Roberto Jefferson, todos acusados de envolvimento no mensalão.

O advogado repetiu que seu cliente está sendo vítima de vingança e fez várias insinuações, embora tenha ressalvado que não poderia acusar ou fazer declarações peremptórias. Questionado sobre por que haveria uma vingança contra Daniel Dantas, Machado pediu esse retrospecto de todas as notícias publicadas e disse também que "começaram a se interessar por ter domínio do volume de recursos", sem identificar o sujeito da frase.

Segundo Machado, "olhando em retrospectiva, uma possibilidade" é haver relação da prisão de Dantas com a Telecom Itália, que foi sócia do Opportunity. "Na Itália, tem pessoas que foram seguranças da Telecom Itália e estão presas", disse.

Ele declarou que existem documentos na Justiça americana que não poderiam ser exibidos no Brasil e disse que há um pedido do Tribunal Regional de São Paulo para que outros documentos venham para o Brasil. "Vamos aproveitar essa oportunidade para que se aclare o que existe na Itália a respeito da disputa acionária na área de telefonia", afirmou.

Machado voltou a sugerir que se faça um "retrospecto" de tudo o que os jornais publicaram de "fundos de pensão, de personalidades que serviram ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de personalidades que fizeram parte do mensalão." De acordo com ele, "o papel de Daniel Dantas no Opportunity era entregar resultados e ele administrou bem as empresas geridas pela instituição".

Leia também:

  • Veja nomes de alguns presos da operação
  • Genro nega que prisão de Dantas tenha teor político
  • Entenda a operação Satiagraha da Polícia Federal
  • Saiba quem são Naji Nahas, Daniel Dantas e Celso Pitta
  • Leia na íntegra a nota da Polícia Federal sobre a operação
  • Relator do mensalão comemora prisões de Dantas, Najas e Pitta
  • Lula foi informado de prisão de Dantas, diz revista 
  • PF também acusa funcionários do Opportunity e família de Dantas
    • Leia tudo sobre: dantas

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG