Advogado é preso por fraudar páginas no Orkut

FLORIANÓPOLIS - O advogado Guilherme Stinighen Gottardi, de 26 anos, foi preso na noite da última quarta-feira, em uma lan house de Florianópolis (SC), acusado de utilizar perfis falsos no site de relacionamentos Orkut para difamar uma colega de trabalho.

Redação |

Gottardi é funcionário do Banco Estadual de Santana Catarina (Besc), e estava sendo investigado desde 2007, quando ocorreu a primeira denúncia por parte do noivo da vítima, que também foi retratado em um perfil do site.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Santana Catarina (SSP-SC), o advogado, que foi preso enquanto atualizava os perfis, portava um CD que continha imagens de sua colega e da família dela. Gottardi é acusado de falsidade ideológica e aguarda na Central de Triagem da Polícia Civil por vaga em um presídio.O acusado não quis prestar depoimento à polícia.

A assessoria do Besc disse que não tem informações sobre o caso. Somente declarou que o crime não ocorreu na empresa, pois não há meios de acessar esse site no local.

Leia mais sobre: Crimes no Orkut

    Leia tudo sobre: orkut

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG