Advogado do é baleado em assalto no Guarujá

SÃO PAULO - O advogado Paulo Isaac Puccinelli, de 27 anos, foi baleado ontem, durante assalto, na Praia da Enseada, no Guarujá, Baixada Santista (SP). Puccinelli está internado, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santo Amaro.

Agência Estado |

Procedente de Campo Grande, Puccinelli estava com a noiva, um irmão e a namorada deste. No momento da abordagem, o turista tentava entrar no prédio localizado na Rua Colômbia, onde deveria passar o fim de semana prolongado. De acordo com familiares, quando Puccinelli desconfiou de que se tratava de um assalto, tentou acelerar o carro e foi atingido por tiro disparado por um dos três assaltantes.

Os assaltantes atiraram duas vezes e uma das balas atingiu o advogado nas costas. O tiro transfixou o pulmão. Operado ontem, Puccinelli, até hoje, permanecia internado na UTI. Imediatamente após a ação, a Polícia Militar (PM) deteve dois adolescentes, de 16 e 17 anos, que estavam armados. Eles portavam um revólver calibre 32 com munição, com três cartuchos intactos. Os menores negaram a participação no assalto, mas os acompanhantes do advogado reconheceram o de 16 anos como o responsável pelos disparos. Um relógio e um celular das vítimas foram levados.

Durante todo o dia de hoje, investigadores da cidade fizeram patrulhamento na região para localizar outras possíveis vítimas dos dois assaltantes e identificar o terceiro componente do grupo que abordou os turistas mato-grossenses. Esse tipo de assalto é muito comum na Enseada, principalmente na temporada e nos fins de semana prolongados, quando os marginais acompanham a movimentação dos turistas.

Em 2005, um turista chileno foi morto naquela praia, ao reagir a um assalto. Já no fim de 2007, um turista gaúcho, que passava férias em São Paulo e aproveitou o domingo para descansar no Guarujá, também foi morto durante assalto na Praia das Astúrias.

    Leia tudo sobre: assalto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG