tradição humanitária brasileira - Brasil - iG" /

Advogado de Battisti confia em tradição humanitária brasileira

BRASÍLIA - O advogado de defesa do italiano Cesare Battisti, Luís Roberto Barroso, afirmou nesta quarta-feira que espera uma decisão favorável do Supremo Tribunal Federal (STF) no processo de extradição em julgamento nesta quarta-feira. ¿A expectativa é positiva de que o Supremo Tribunal Federal confirme a decisão anterior [do ministro da Justiça, Tarso Genro] e que o Brasil continue sua tradição humanitária¿, declarou.

Sarah Barros, repórter em Brasília |

    Battisti foi preso de 2007 no Rio de Janeiro. Ele foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos. Em janeiro deste ano, porém, o Ministério da Justiça concedeu a Battisti condição de refugiado político, o que impediria a extradição. A Suprema Corte julga agora se este status cabe a Battisti. Em caso negativo, a Corte passará a avaliar o pedido de extradição do governo italiano. 

    Segundo Barroso, os julgamentos na Itália contra Battisti ocorreram sob marca da ditadura, o que culminou em condenação. A Itália era uma democracia [na época dos crimes] e não haveria clima de perseguição política, mas os julgamentos nos anos de chumbo eram marcados por subversões e pressões políticas, disse Barroso.

    Os crimes ocorreram entre 1977 e 1979, período em que Battisti fez parte de organização de esquerda chamada Proletários Armados para o Comunismo. Ao conceder status de refugiado a Battisti, Tarso Genro argumentou haver fundado temor de perseguição contra o italiano.

    Leia mais sobre: Battisti

      Leia tudo sobre: cesare battistirefugiadosstf

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG