Duas irmãs adolescentes, de 14 e 17 anos, foram encontradas dentro do dormitório do Instituto Penal de Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, no domingo à tarde. Elas faziam companhia a dois presos do regime semiaberto, que fugiram quando uma equipe da Polícia Militar, avisada por um agente penitenciário, chegou ao local.

As meninas foram levadas à 2ª Delegacia de Polícia de Viamão (RS) e, logo depois, encaminhadas ao Conselho Tutelar. A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) afastou o diretor do presídio, Otto Faleiro, até que o caso seja esclarecido.

O delegado João Nazário vai investigar como as menores entravam, há quanto tempo eram recebidas no albergue e quem eram os responsáveis pelo acesso. Se for constatado que houve abuso sexual, os dois presos podem ser condenados a penas de mais quatro a 10 anos de detenção.

Leia mais sobre: abuso sexual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.