Adolescente pode fazer clareamento dental? Por Por Lauro Delgado Júnior (*) São Paulo, 10 (AE) - Pode. Qualquer adolescente que já tenha completado a erupção de todos os dentes permanentes, o que ocorre entre os 14 e 15 anos, pode realizar o clareamento.

Como nesta idade geralmente os dentes ainda são brancos, o que leva um jovem a realizar este processo são casos especiais em que as manchas são conseqüência do excesso de flúor, do uso de medicamentos como o antibiótico tetraciclina ou por fatores genéticos, por exemplo. O clareamento é indicado sempre que a mancha interferir na socialização do adolescente.

É preciso que os pais fiquem atentos nas alterações no comportamento do adolescente devido ao problema estético e que, se necessário, procurem um profissional para orientação e avaliação do que pode ser feito.

O procedimento de clareamento não requer habilidade, apenas comprometimento por parte do adolescente. Avaliada a mancha, no consultório, é feita uma moldeira de silicone e a aplicação de gel, com ou sem o uso do laser. O tratamento tem continuidade em casa com uso diário da moldeira e do gel, manipulados pelo próprio paciente.

O processo não oferece perigo, pois com 14 anos o jovem já tem noção e não há problema com a ingestão excessiva acidental do gel, o que poderia ocorrer em crianças pequenas. O produto já é fabricado com alguns cuidados, assim, o excesso que sai da moldeira durante a aplicação não tem efeito colateral.

(*) Lauro Delgado Júnior é cirurgião dentista, especializado em reabilitação oral e odontologia estética, proprietário da clínica Odontologia Integrada Delgado, em São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.