SÃO PAULO - A adolescente Jaqueline Ruas, de 15 anos, morreu na madrugada deste domingo, após passar mal em um voo da companhia aérea Copa Airlines, que saiu de Miami com destino a São Paulo. A menina voltava de uma excursão ao parque de diversões da Disney, em Orlando, nos Estados Unidos.

Segundo Felipe Fortunato, diretor da agência Tia Augusta Turismo, responsável pela excursão, Jaqueline começou a passar mal na viagem entre Panamá e Guarulhos, após a conexão no país.

O avião que trazia o grupo de volta ao Brasil pousou às 5h44 no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos.

A excursão começou no dia 19 de julho, programada para durar 12 dias. De acordo com Fortunato, no dia 30 de julho a adolescente foi levada ao Celebration Hospital, em Orlando, apresentando sintomas como náuseas e dores pelo corpo. "No hospital foi realizado o exame para diagnosticar se ela estava com a 'gripe suína' e ele deu negativo", afirmou Fortunato.

A adolescente passou cerca de seis horas no hospiral e, depois, foi liberada para seguir viagem. Ainda não há informação sobre o que teria causado a morte de Jaqueline.

Atendimento

Segundo informações da Copa Airlines, a adolescente recebeu os primeiros socorros ainda dentro da aeronave.

De acordo com a nota da empresa aérea, ao perceber que a passageira estava passando mal, "a tripulação solicitou a presença de um médico a bordo. Dois profissionais se apresentaram, os quais aplicaram na passageira os primeiros socorros, dando a atenção médica devida".

Outra medida adotada foi o de comunicar sobre o ocorrido ao aeroporto de Cumbica, para que a passageira recebesse a devida assistência médica tão logo ocorresse a aterrissagem do avião em São Paulo, que teve prioridade para o pouso, segundo Fortunato.

Assim que aterrissou, a aeronave foi recebida pelo pessoal do Posto Médico do aeroporto de Guarulhos, que constatou a morte da adolescente.

Leia mais sobre morte de adolescente

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.