Adiado para outubro júri de ex-coordenador da Febem

O julgamento em júri popular de Arnaldo Penha dos Santos, ex-coordenador da unidade 17 da antiga Fundação Estadual para o Bem-Estar do Menor (Febem) - atual Fundação Casa - na zona leste de São Paulo, foi adiado para o próximo dia 7 de outubro. A sessão estava marcada para a tarde de hoje.

Agência Estado |

Santos vai responder pela morte de um adolescente, além de lesão corporal e tortura contra 28 internos.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, o julgamento foi adiado a pedido da defesa, que justificou a solicitação afirmando que tanto o réu como um familiar dele estão com problemas de saúde. Ainda segundo a assessoria, o julgamento só foi remarcado para o dia 7 de outubro porque não havia outra data livre na pauta do tribunal.

Outros 11 funcionários da Febem também foram denunciados por envolvimento no episódio e ainda aguardam a palavra da Justiça para saber se serão levados a júri. Tudo começou após uma tentativa frustrada de fuga no Natal de 1999, quando monitores da unidade da Febem teriam supostamente decidido aplicar “um corretivo” nos internos, que teria resultado em um incêndio que causou a morte de um deles.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG