Adiado julgamento de PM acusado de matar jovem no RJ

O 3º Tribunal do Júri do Rio de Janeiro adiou para a próxima quarta-feira o novo julgamento do soldado da Polícia Militar (PM) Marcos Parreira do Carmo, acusado de matar o estudante Daniel Duque em junho do ano passado. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RJ), o julgamento estava marcado para hoje, mas foi remarcado a pedido do novo assistente de acusação.

Agência Estado |

No primeiro júri popular, realizado em outubro do ano passado, o soldado foi absolvido.

O crime ocorreu na frente de uma discoteca em Ipanema, na zona sul da capital fluminense. Duque e sua turma se envolveram numa briga com um amigo de Pedro Velasco, filho da promotora Márcia Velasco. O policial militar fazia a segurança de Pedro e efetuou disparos em meio à confusão. Um dos tiros acertou Duque, que morreu antes de chegar ao hospital.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG