O tesoureiro do PT e ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop), João Vaccari Neto, encaminhou ofício à CPI das ONGs, no Senado, pedindo adiamento de seu depoimento, previsto para ocorrer amanhã. Vaccari alegou que seu advogado está em Washington, nos Estados Unidos e, por esta razão, solicitou que seja ouvido pela Comissão após a Semana Santa.

A previsão é que Vaccari seja ouvido entre os dias 6 e 7 de abril.

Amanhã está previsto o depoimento do promotor do Ministério Público de São Paulo, José Carlos Blat. A vinda dele à CPI está agendada inicialmente para às 9h30, mas a comissão ainda não confirmou o depoimento do promotor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.