Adiada conclusão de votação da Emenda 29 na Câmara

Ficou para a próxima semana a conclusão da votação do projeto que regulamenta o repasse de recursos para a saúde, dentro da chamada Emenda 29. Por acordo dos governistas e da oposição, a sessão de hoje será encerrada.

Agência Estado |

Depois de conseguir aprovar a Contribuição Social para a Saúde (CSS) com uma margem de vantagem de apenas dois votos, os deputados governistas ficaram inseguros para continuar as votações em outros pontos da proposta do deputado Pepe Vargas (PT-RS), relator do projeto que alterou a regulamentação da Emenda 29 aprovada no Senado.

Ainda faltam quatro destaques para concluir a votação do projeto e um deles retira o item que determina a base de cálculo da incidência da CSS, o que inviabilizaria na prática a contribuição para a saúde. A base aliada aprovou hoje a criação do imposto, chamado de nova Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), por 259 votos a favor, 159 contra e duas abstenções. O número de votos necessário para o projeto ser aprovado era de 257.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG