Tamanho do texto

O ex-secretário de controle interno da Casa Civil, José Aparecido Nunes, chegou por volta das 10 horas de hoje à Superintendência da Polícia Federal para depor no inquérito em que é acusado como principal suspeito do vazamento de informações da Casa Civil, sobre gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Essa é a terceira vez que o delegado da PF Sérgio Menezes tenta ouvir José Aparecido, que nos últimos dias evitou ser localizado pelos policiais que queriam lhe entregar a intimação.

O delegado só conseguiu convocá-lo por meio de cópia da intimação no Tribunal de Contas da União e na Casa Civil.