Acusado de extorquir Letterman se declara culpado

NOVA YORK (Reuters) - Um produtor de TV se declarou culpado nesta terça-feira de ter tentado extorquir 2 milhões de dólares do apresentador David Letterman para não divulgar um romance dele com uma ex-funcionária do seu programa na rede norte-americana CBS. O produtor Robert Joel Halderman, que trabalha no noticioso da CBS 48 Hours Mystery, fez um acordo com a promotoria para cumprir apenas seis meses de prisão em troca de se declarar culpado. Ele também terá de prestar mil horas de trabalho comunitário e não poderá recorrer da sentença.

Reuters |

O caso veio a público em outubro, levando Letterman, que é casado, a admitir no ar o seu romance com a ex-funcionária. Mas o assunto caiu no esquecimento semanas depois, ofuscado pelo escândalo envolvendo o golfista Tiger Woods.

Em nota, Letterman agradeceu a polícia e a promotoria.

Halderman compareceu à Suprema Corte do Estado de Nova York usando terno e gravata rosa. Ele poderia ser condenado a até 15 anos de prisão se fosse julgado e condenado. A sentença deve ser formalizada só em maio.

(Reportagem de Basil Katz)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG