Acusado de aliciar jovens morre em suposto confronto

O auxiliar de serviços gerais Claudinei Pereira da Silva, de 35 anos, conhecido como Malhação, procurado por formação de quadrilha e facilitação da prostituição, foi baleado e morto por policiais do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) nesta terça-feira, 26, no Jardim São Francisco, zona leste. Segundo os policiais civis, ao abordarem Claudinei, que estava armado com um revólver calibre 38, os policiais foram recebidos a tiros e, no revide, atingiram Silva, que morreu no Hospital de Ermelino Matarazzo.

Agência Estado |

Malhação era apontado como aliciador de adolescentes.

De acordo com a polícia, ele supostamente convencia garotos do Nordeste do país a viajar para São Paulo. Aqui, os jovens seriam transformados em travestis e obrigados a se prostituir. Segundo a polícia, Silva já tinha passagens por roubo e cumpriu 12 anos de prisão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG