Acusada de planejar seqüestro da mãe é presa em São Paulo

SÃO PAULO - Quatro jovens foram detidos, na noite de terça-feira, acusados de seqüestrar uma contabilista na cidade de Campinas, interior de São Paulo. Um dos detidos é a filha da vítima, que planejou a morte da mãe, viúva, para ficar com os bens da contabilista e um seguro de vida de 10 mil reais.

Agência Estado |

A vítima foi rendida em seu carro por dois suspeitos após sair de uma igreja evangélica. Armados, os dois iriam levar a mulher até Hortolândia, cidade vizinha, onde ela seria assassinada. Acionados por uma testemunha, policiais militares localizaram o carro dez minutos depois na altura do quilômetro 98 da pista sentido capital-interior da Rodovia Anhangüera, ainda em Campinas.

Detidos, os dois disseram que o crime havia sido encomendado por Tainá de Campos Rosa, de 19 anos, filha da vítima, e uma amiga dela, que ajudou a jovem entrar em contato com os dois autores do seqüestro. Tainá foi detida em casa, em Campinas, e a amiga foi encontrada em Hortolândia.

Os quatro acusados foram encaminhados ao 1º Distrito Policial de Campinas, onde confessaram a intenção de matar a contabilista. Os dois seqüestradores, que não tinham passagem pela polícia, serão transferidos para a carceragem do 2º Distrito Policial e possivelmente encaminhados para algum Centro de Detenção Provisória (CDP) na região. As duas jovens serão levadas para um presídio em Indaiatuba. O quarteto foi indiciado por roubo qualificado e formação de quadrilha.

Leia mais sobre: seqüestros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG