Acusada de ligação com milícia, vereadora tomará posse

A vereadora eleita Carmen Gloria Guinancio Guimarães, a Carminha Jerominho (PT do B), acusada de envolvimento com as milícias no Rio, está prestes a ser empossada na Câmara na capital fluminense em janeiro. No final da semana passada, o desembargador Luiz Felipe Francisco, vice-presidente em exercício do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), negou mandado de segurança pedido pelo Ministério Público Eleitoral contra a diplomação da vereadora.

Agência Estado |

Carminha é suspeita de crimes como tentativa de homicídio praticado em atividade típica de grupo de extermínio e uso de violência para coagir eleitores. Ela teve a candidatura mantida mesmo estando presa por 40 dias, a partir de 29 de agosto último, no presídio de segurança máxima de Catanduva (PR), onde estava detida sob suspeita de integrar a 'Liga da Justiça', uma organização criminosa paramilitar que teria intimidado moradores de favelas no Rio de Janeiro a votar em determinados candidatos. Ela recebeu mais de 22 mil votos, a maior parte na zona oeste do Rio. Ao deixar a prisão, chegou a afirmar que as milícias são "um mal menor" se comparadas ao tráfico de drogas.

Carminha é filha do vereador Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho (PMDB), que também está prestes a ser beneficiado por um projeto que tramita na Câmara. Ele está preso desde 26 de dezembro do ano passado e aguarda a votação do projeto que estabelece licença compulsória para políticos presos. Jerominho foi um dos indiciados na CPI das Milícias da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), junto com outras 226 pessoas, por suposta participação em grupos paramilitares no Rio de Janeiro.

A CPI, que durou cinco meses e foi encerrada no dia 13 de novembro, pediu também o indiciamento do irmão de Jerominho e tio de Carminha, o deputado estadual Natalino Guimarães (sem partido). Ambos são acusados de chefiar a Liga da Justiça, principal milícia do Rio, segundo a Polícia Civil.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG