O grupo Yahoo anunciou nesta segunda-feira um acordo amistoso com o empresário Carl Icahn, que porá fim a sua campanha para substituir a direção da empresa, a qual criticava pelo fracasso das discussões de aquisição com a Microsoft.

Carl Icahn, que conta com 5% do capital do Yahoo, retirará a moção que exigia a completa renovação do conselho de administração desse grupo. Esta proposta iria ser apresentada aos acionistas do grupo durante a assembléia geral de 1o. de agosto.

Em troca, o Yahoo propõe abrir sua direção ao empresário, oferecendo a ele um cargo de administrador, indicou o Yahoo em um comunicado. O nome de Icahn será incluído na lista de administradores que a Yahoo apresentará a seus acionistas durante a assembléia.

aa/rpl/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.