Acordo prevê eliminação de gorduras trans até 2010

O Ministério da Saúde e a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia) firmaram ontem um acordo que prevê a eliminação, até 2010, da gordura trans nos alimentos industrializados no País. Esse tipo de gordura reduz o colesterol “bom” e aumenta o risco de problemas cardiovasculares.

Agência Estado |

A decisão foi anunciada durante o segundo encontro do Fórum de Alimentação Saudável.

Na segunda quinzena de janeiro será formado um grupo que conduzirá discussões periódicas sobre o processo de substituição da gordura trans. Além de representantes do ministério e das empresas, também estarão presentes técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e pesquisadores universitários. Em março haverá um encontro da equipe técnica para avaliar os primeiros resultados e iniciar as discussões sobre a redução de sal e açúcar.

Durante o fórum, a Abia apresentou uma pesquisa sobre a média de reduções, nos últimos cinco anos, de ingredientes que podem comprometer a saúde dos consumidores. Segundo o estudo, houve uma diminuição de 86% nos níveis de gordura trans e de 45% nos de gordura saturada. Também houve redução no açúcar (29%) e no sódio (20%) presente nos alimentos. Cerca de 40% dos brasileiros sofrem de sobrepeso, dos quais 12,7% são obesos. Segundo levantamento do Ministério da Saúde, até 260 mil mortes poderiam ser evitadas todos os anos com uma alimentação adequada. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo .

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG