ACM Neto sinaliza apoio do DEM a Temer na Câmara

O DEM deve apoiar a candidatura de Michel Temer (PMDB-SP) para a presidência da Câmara, em fevereiro de 2009. Esta foi a sinalização dada ontem à noite pelo líder do partido, Antonio Carlos Magalhães Neto, momentos antes da cerimônia de premiação das personalidades do ano pela revista IstoÉ.

Agência Estado |

"Estamos ouvindo todos os candidatos. Já conversamos bastante com o deputado Michel Temer, enxergamos com simpatia a candidatura dele", afirmou a jornalistas.

ACM Neto evitou, no entanto, fazer desta uma declaração oficial. "Vamos aproveitar os próximos dez dias para fazer toda a conversa dentro da bancada. Só quero anunciar depois que encerrarmos toda a conversa com a bancada", argumentou. De acordo com ele, a tendência é a de que se respeite a proporcionalidade e o tamanho e representatividade dos partidos. "A gente está conversando. É possível que os Democratas, na Câmara, anunciem uma posição antes do início do recesso, portanto nas próximas duas semanas", disse.

Para o deputado, está claro que a eleição da Câmara será tratada de forma separada da votação do Senado. "A dinâmica da eleição da Câmara nos fará tomar uma posição mais antecipada. No caso do Senado, devemos demorar um pouco mais para nos pronunciarmos", esclareceu. Segundo ele, o acordo entre PT e PMDB (Temer tem o compromisso do Partido dos Trabalhadores de apoiá-lo para suceder o atual presidente, Arlindo Chinaglia, do PT) não diz respeito ao DEM. "O Michel Temer tem conversado conosco. Nós não temos nada a ver com o acordo do PMDB com o PT", afirmou. "Qualquer coisa que aconteça no Senado, até, eventualmente, um descumprimento do PT com o PMDB, não vai afetar nossa posição. Estamos separando a dinâmica das casas", finalizou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG