Acidente de consumo é maior com brinquedos, diz Inmetro

Produtos infantis respondem por 15,3% dos acidentes registrados. Alimentos aparecem em segundo lugar, com 12,1%

AE |

selo

Os produtos direcionados às crianças são os que apresentam maior risco de acidente. É o que indica um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) sobre os acidentes de consumo relatados por vítimas ao órgão.

Os produtos infantis (entre brinquedos e materiais escolares) respondem por 15,3% dos acidentes registrados,seguidos por alimentos (12,1%).

Em apenas três anos, foram registrados 531 acidentes de consumo no Inmetro. Destes, 460 casos levaram a atendimento médico ou afastamento do trabalho. De janeiro a agosto deste ano, foram 130 registros no País, 113% a mais que no mesmo período de 2009. No Estado de São Paulo,foram 52, um aumento de 148%.

O problema é tamanho que o Inmetro vai lançar uma cartilha de orientação sobre o assunto. “Identificando os tipos de acidentes e as suas causas, conseguimos modificar alguma regulamentação que fazemos às empresas e assim prevenimos o pior”, afirma Luiz Carlos Monteiro, chefe de divisão de orientação e incentivo a qualidade do Inmetro. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: material escolarInmetroacidentes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG