Oito pessoas ficaram feridas, duas em estado grave, ontem de manhã, após o motorista de um micro-ônibus perder o controle do veículo, invadir a calçada da Avenida Mateo Bei, na zona leste de São Paulo, e parar somente ao se chocar contra um poste da rede de energia. José Roberto Martins Ferreira alegou à polícia que tentou desviar de um motoqueiro que, segundo ele, acessou a pista contrária para ultrapassar um caminhão.

De acordo com o delegado Fernando Cesar de Souza, do 49º DP (São Mateus), um comerciante gravou o acidente e forneceu o vídeo.

O micro-ônibus fazia a linha 3099, da Cooperpeople, que liga o bairro Jardim da Conquista ao Hospital São Mateus. "O motorista tomou um susto, pois achou que o motoqueiro iria bater de frente", disse o gerente-operacional da cooperativa, Francisco Vital Araújo. O motoqueiro teria fugido e Ferreira, subido na calçada da avenida, atingindo pedestres e barracas de ambulantes.

O Serviço Móvel de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros socorreram sete vítimas, que foram levadas para os Hospitais Santa Marcelina e São Mateus. Um homem, em estado grave, foi transportado no helicóptero Águia, da Polícia Militar (PM), para o Hospital das Clínicas (HC). Também era considerado grave o quadro de uma paciente atendida no Hospital Santa Marcelina. A polícia não revelou o nome das vítimas.

No fim da tarde, depois de ser medicado, Ferreira foi levado à delegacia, onde seria ouvido. Aparentemente abalado, ele não quis falar com a imprensa. O gerente da cooperativa contou que ele trabalhava naquela linha havia um mês. O laudo da perícia deve ficar pronto em 30 dias. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.