Achados 2 corpos em rebocador que virou no Rio Tietê

O Corpo de Bombeiros resgatou no final da manhã de hoje os corpos de dois dos cinco tripulantes de um rebocador que virou na tarde de ontem no rio Tietê, próximo à Hidrelétrica de Bariri, em Boraceia, cidade a 334 quilômetros da capital paulista. O rebocador, que descia o rio em direção a Ibitinga, de onde iria trazer uma carga de cana-de-açúcar, havia acabado de passar por uma eclusa quando foi atingido pela forte correnteza do rio, pois as comportas da usina estavam abertas.

Agência Estado |

Evaristo José Paulino Comelli, de 35 anos, e Paulo Roberto Munhos, de 25, estavam dentro do camarote da embarcação - que presta serviço para a unidade da empresa Cosan S.A. no município de Jaú. "No momento em que o barco virou, vários móveis caíram sobre os dois (vítimas) e eles não tiveram como sair do barco. Os outros três foram resgatados por barcos de pescadores que estavam na região. Tivemos de abortar a operação de resgate às 18h45 de ontem pois a vazão do rio estava em 1.800 m³ por segundo e até nós estávamos correndo risco", disse o sargento Antonio Donizete Milani, do posto de bombeiros de Jaú.

Ainda segundo ele, somente depois que as comportas da hidrelétrica foram fechadas foi possível realizar o resgate dos corpos com mais segurança, pois a vazão já havia baixado para 400 m³. No local, a profundidade do rio não passa dos 7 metros. A Marinha irá investigar a causa do acidente. Outra embarcação contratada pela empresa ficará com a incumbência de retirar o rebocador do local. O inquérito da Polícia Civil será aberto em Bauru.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG