BRASÍLIA - O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse em entrevista coletiva que a ação da Polícia Federal é investida já recorrente do Estado brasileiro contra a corrupção. Segundo o ministro, para a realização da Operação João de Barro, deflagrada pela Polícia Federal nesta sexta-feira (20) foram mobilizados mil policiais federais, que efetuaram 231 mandados de busca e apreensão e 38 mandados de prisão. Genro afirmou que as investigações contaram com a colaboração do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério Público Federal, e abrangeram 119 prefeituras.

Durante a entrevista, o ministro ressaltou que a operação desta sexta teve sucesso na aplicação do novo manual a respeito da preservação da identidade das fontes.

Além dessa operação, segundo o ministro, a Polícia Federal realizou ações em Santa Catarina e São Paulo, em investigações sobre a lavagem de dinheiro, e no Mato Grosso, 120 policiais federais participaram de ações na repressão ao tráfico de drogas. Nesta sexta, detalhes da Operação João de Barro serão divulgados pela Polícia Federal.

Leia mais sobre: PF

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.