Ação da PF combate venda de sprays de pimenta em BH

Agentes da Polícia Federal (PF) estão cumprindo na manhã de hoje em Belo Horizonte sete mandados de busca e apreensão em lojas que comercializam sprays de pimenta e gás lacrimogêneo sem a devida autorização do Exército. A ação faz parte da Operação Repelente e conta com o apoio de equipes da Receita Federal e do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 4ª.

Agência Estado |

Região Militar do Exército Brasileiro.

As investigações, segundo a PF, começaram em agosto do ano passado, quando foram apreendidos 75 frascos de sprays de pimenta, irregularmente vendidos por uma empresa localizada em Belo Horizonte para a prefeitura de uma cidade não revelada da Grande BH. A própria prefeitura desse município desconfiou da irregularidade do material, pois os frascos não possuíam selo de fiscalização federal.

Submetidos a exames químicos periciais, o material de procedência incerta foi classificado como arma química, sujeito ao controle do Exército, que, por sua vez, constatou que tal empresa e duas outras que participaram do processo licitatório da prefeitura não tinham a respectiva autorização para comércio do produto.

Após os laudos periciais, foram expedidos pelo juízo da 11ª Vara Federal/SJMG sete mandados de busca e apreensão contra as empresas e suas filiais, sendo cinco locais em Belo Horizonte (dois no bairro Prado, um no Gameleira, um no Barro Preto e outro no centro), um em Juiz de Fora e outro em Sete Lagoas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG