Ação contra líder abre crise na Polícia Civil de SP

Uma ação do governo contra o líder da greve dos policiais civis em São Paulo abriu uma crise na cúpula da Polícia Civil do Estado. O delegado Domingos de Paulo Neto, diretor do Departamento de Inteligência (Dipol), pediu demissão por não concordar com a ordem do secretário da Segurança Pública, Ronaldo Bretas Marzagão, de mandar embora do Dipol o presidente da Associação dos Delegados de Polícia, Sérgio Marcos Roque, que foi enviado ao Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap).

Agência Estado |

A temperatura na Polícia Civil já estava alta desde que a Secretaria da Segurança tomou conhecimento da atitude de um delegado do 98º Distrito Policial, na zona sul de São Paulo, que se recusou a registrar um roubo e impediu que o escrivão o fizesse. A situação piorou quando Domingos procurou o delegado-geral Maurício Lemos Freire na manhã de ontem e comunicou sua decisão.

Freire tentou demovê-lo, mas não conseguiu. Domingos reafirmou sua lealdade ao delegado-geral e à instituição e disse que não poderia compactuar com a ordem de transferir Roque. Com a saída de Domingos, o governo nomeou para o Dipol o atual diretor da Corregedoria da Polícia Civil, Gaetano Vergine. O delegado Alberto Angerami, que dirigia o Departamento de Administração e Planejamento (DAP), assumiu a corregedoria. Para seu lugar no DAP foi a delegada Ana Paula Ramalho Soares, que se tornou a primeira mulher a fazer parte do Conselho da Polícia Civil.

Os policiais civis em greve há oito dias querem 15% de reajuste em 2008, 12% em 2009 e 12% em 2010. O governo oferece reajuste do piso salarial de 38% e reajuste de 4,5% no salário-base, além de outras medidas de reestruturação das carreiras policiais. Os policiais deixaram de registrar boletins de ocorrência de crimes de menor gravidade. A Justiça mandou que 80% dos policiais continuem a trabalhar. O governo cortou o ponto dos grevistas e mandou a PM registrar os casos quando houver recusa dos delegado, o que já ocorreu em 548 casos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG