Abin nega participação na Operação Satiagraha, da Polícia Federal

SÃO PAULO - A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) divulgou nota, na noite desta segunda-feira, em que nega qualquer participação na Operação Satiagraha, conduzida pela Polícia Federal. No comunicado, a agência afirma serem absurdas e levianas as informações de que tenha realizado grampo telefônico em apoio às ações da PF sobre o Banco Opportunity.

Agência Estado |


Segundo a Abin, seu diretor-geral, Paulo Lacerda, ex-diretor geral da Polícia Federal, "dedica-se exclusivamente" às funções da agência desde que deixou a PF, em agosto do ano passado.

Leia abaixo a íntegra da nota:

"Em razão de notícias veiculadas em setores da mídia envolvendo equivocadamente o nome da Agência Brasileira de Inteligência em relação a assunto apurado pela Polícia Federal na Operação Satiagraha, que investiga possíveis crimes praticados pelo banqueiro Daniel Dantas e outros, cumpre esclarecer o seguinte:

1. A Abin não realiza quaisquer atividades para as quais não possua respaldo na legislação em vigor. Por isso, considera absurdas e levianas as declarações de que tenha executado monitoramento telefônico de quaisquer pessoas, sejam elas do setor público ou privado;

2. A Direção Geral não tem e não teve nenhuma participação ou iniciativa, muito menos ingerência, nos fatos que resultaram na referida operação policial. Desde que deixou a Direção do Departamento de Polícia Federal, em agosto de 2007, o atual Diretor-Geral da Abin dedica-se exclusivamente a sua função;

3. A Abin, na condição de órgão central do Sistema Brasileiro de Inteligência, pode e deve operar em cooperação com os demais órgãos públicos em ações que não lhe sejam vedadas, como realizar consultas em bancos de dados, análises de inteligência e, sempre que possível, no suporte logístico. Para tanto, caso solicitada, estará sempre à disposição dos órgãos parceiros, para auxiliar em trabalhos de sua atribuição, como ocorre em algumas grandes investigações, que, não raro, contam com a participação de integrantes de vários órgãos da Administração Pública Federal".

Leia também:

Leia mais sobre: Daniel Dantas - Gilmar Mendes - Fausto De Sanctis

    Leia tudo sobre: operação satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG