Abef recomenda redução de 20% na produção de frangos

SÃO PAULO (Reuters) - A Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (Abef) recomendou a seus associados que reduzam a produção em 20 por cento até março de 2009 em decorrência da crise financeira mundial, informou a entidade em comunicado nesta sexta-feira. A instabilidade registrada nos principais mercados importadores, em decorrência da crise financeira internacional, provocou a necessidade de um forte ajuste na produção e na exportação de frangos do país, disse o comunicado.

Reuters |

A Abef cita uma excesso de produção e de estoques de carne de frango no Brasil e em alguns mercados importadores, como Japão, União Européia e Oriente Médio.

A entidade explica ainda que um outro motivo para essa determinação é a dificuldade em relação à restauração do porto de Itajaí, em Santa Catarina, responsável por 40 por cento da exportação total de frangos brasileiros, o que "exige que o setor exportador tome uma decisão firme no sentido de um ajuste de estoques".

A Abef destaca entretanto que, após o ajuste, os exportadores acreditam que os embarques do setor poderão voltar a crescer a partir do segundo trimestre, e que 2009 poderá registrar um crescimento de 5 por cento em relação a 2008.

(Por Camila Moreira)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG