Abatido, Lula mostra bom humor em 1º evento após crise hipertensiva

BRASÍLIA - Mesmo mantendo a formalidade da cerimônia e aparentando estar abatido, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstrou bom humor nesta segunda-feira em seu primeiro compromisso oficial depois de sofrer uma crise de hipertensão na semana passada.

Reuters |

AE
Lula ao chegar para cerimônia no STF

Lula ao chegar para cerimônia no STF

Lula, que apresentava olheiras, participou da cerimônia de reabertura dos trabalhos do Judiciário, no Supremo Tribunal Federal, depois de passar os últimos dias descansando e ter sido internado em um hospital no Recife na quarta-feira em decorrência de um pico de pressão arterial.

Lula brinca

"O Tribunal Superior do Trabalho bateu recorde de produtividade em 2009, julgando mais de 265 mil processos ao longo do ano e reduzindo o seu passivo de processos pendentes para 178 mil. Espero que algum meu tenha sido julgado. Faz tanto tempo", disse o presidente, ex-sindicalista, rindo e arrancando sorrisos dos demais presentes.

Durante a solenidade, Lula conversou amistosamente ao pé do ouvido com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes.

Em seu discurso, o presidente destacou os esforços do Executivo, do Legislativo e da Justiça para ampliar o acesso e dar maior agilidade ao sistema judiciário nacional. Ele também citou os avanços no processo de consolidação da democracia e das instituições do País.

Pressão alta

A pressão arterial do presidente chegou a 18 por 12 na quarta-feira, o que o forçou a cancelar a viagem que faria ao Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça, onde receberia o prêmio de "Estadista Global" na sexta-feira.

Seus médicos e assessores disseram que a causa da crise foi excesso de trabalho. Mesmo assim, o presidente Lula afirmou que manterá o ritmo de sua agenda.

Leia também:

Reuters
Amorim recebe prêmio em nome de Lula em Davos

Amorim recebe prêmio em nome de Lula em Davos

Leia mais sobre: Lula 

    Leia tudo sobre: lulasaúdetrabalho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG