A volta dos ondulados Por Amanda Valeri São Paulo, 30 (AE) - O cabelo ondulado, que foi oprimido nas últimas estações pela ditadura da chapinha, tomará conta das cabeças das mulheres no inverno 2008. A nova temporada propõe fios mais escuros e tons mais opacos.

Os cabelos virão mais democráticos - sai o corte Victoria Beckham, que foi predominante no último verão, e entra os fios mais repicados, longos e naturais.

O cabeleireiro Robson Andrade, do Red Door Salon and Spa, na capital paulista, conta que o visagismo estará em alta neste inverno, destacando as qualidades e características da cada pessoa. "Os cortes são de linha livre, respeitando o formato do cabelo, mas com muito movimento natural. Terá a valorização da pessoa como indivíduo único e exclusivo", diz.

A boa notícia fica por conta do fim do império dos fios ultra lisos. Os cabelos naturalmente ondulados virão com força total na próxima estação. Os profissionais aconselham as fãs dos métodos de alisamento deixaram de lado as técnicas neste inverno. "Está voltando a ondulação, mas bem natural e discreta. Não terá a aparência de ter feito um baby liss ou de ter usado bobe", destaca o colorista Yuha Antero, do MG Hair Design, de São Paulo. "Os fios naturalmente ondulados virão, porém sem a ajuda de recursos - é lavar e secar apenas com as mãos, sem toalha, nem secador", emenda Robson Trindade.

A franja, que voltou ao mundo fashion na estação mais quente do ano, continuará neste inverno. "As franjas virão mais densas, não apenas alguns fios e pouco volume. Ela também virá mais comprida, entre a sobrancelha e os olhos", diz o cabeleireiro Marcos Coraza, do Gilberto Cabeleireiros, na capital paulista.

Quanto à coloração, as cores mais escuras, fechadas e opacas, tradicionais da estação, aparecem novamente em 2008. "A tendência é que as cores são bem definidas - ou você é loira, ou morena. Não existirá uma coloração intermediária", conta Yuha Antero. "O cabelo não será monocromático. Ele terá mechas e listras mais finas, próximas à cor da tonalidade do fio, que chegam para quebrar, dar leveza e movimento ao cabelo", completa o colorista do MG Hair Design.

É hora de apostar no chocolate, que continua em alta e nos tons de marrom, como avelã, castanha e nozes. Já para as loiras, a dica é fugir do tom quase branco e investir nos tons próximos ao bege, como o dourado, bege limão e bege tangerina. "Eles proporcionam uma aparência mais natural", afirma Yuha Antero.

Robson Trindade diz que a luminosidade nos tons escuros será o diferencial da estação. O profissional destaca que o cabelo terá um leve degradê na coloração. "Os tons mais claros estarão mais no contorno do rosto do que em toda a superfície do cabelo", diz. "A paisagem será a mesma, mas a perspectiva será completamente diferente", complementa.

Apesar da ausência do cloro das piscinas, dos danos provocados pelo excesso de exposição ao sol, do fim do contato com a areia e com a água do mar, os cabelos também precisam de cuidados especiais no inverno. Marcos Coraza lembra que a ação do frio e da água quente deixa o coro cabeludo mais ressecado. "Os cuidados no inverno são diferentes e não podem ser esquecidos", diz. "O cabelo perde um pouco o brilho e há uma queda acentuada dos fios. Portanto, uma boa hidratação a cada 15, 20 dias é fundamental", destaca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.