A moda ecológica vai além dos estilos Por Líliam Raña São Paulo, 15 (AE) - A moda ecológica continua ganhando força com empresas investindo em maneiras menos agressivas ao meio ambiente no processo de confecção e na busca de matéria-prima certificada. Segundo inclusive os professores de moda essa tendência é irreversível e deve ser trabalhada pelas empresas o quanto antes, afinal quando se vende uma roupa também se vende conceitos, estilos de vida.

E, a questão ambiental vai reger nossas vidas inevitavelmente.

Do algodão orgânico passando por corantes naturais até a utilização de água pluvial para lavagem de tecidos, cedo ou tarde um selo verde vai nos garantir que escolhemos a roupa certa. Empresas como a Pistache & Banana, confecção infantil, já utiliza apenas algodão orgânico, tecnologia de reciclagem de garrafas PET para camisetas e corantes naturais como urucum e mate.

O denim da King55 é lavado com a maior parte da água de captação pluvial e depois redirecionada a reservatórios. A mineira Vide Bula, também economiza grande parte da água utilizada para lavar seu jeanswear. A pioneira Gooc, que utiliza matéria-prima reciclada, conquistou o público jovem principalmente com suas sandálias de solado de borracha de pneus usados e bolsas com lona certificadas.

EXCLUSIVOS

Valorizando o artesanato brasileiro e o meio ambiente, a 1001 Retalhos participa dos principais eventos de moda do País e no exterior levando seu diferencial. Sua sacola ecológica traz com charme a melhor opção em bolsas de compra, para eliminar de vez as sacolas de plástico. Vale a pena conferir as demais bolsas para o dia a dia, inspiradas nos trabalhos de patchwork que a empresa iniciou há 15 anos. As peças são exclusivas.

ÓCULOS

Os óculos de grau deixaram o lado incômodo ao ser renderem ao apelo da moda já nos anos 90. As grifes investiram em design e tecnologia e lançam anualmente modelos seguindo tendências internacionais. A Benetton investiu em material leve e antialérgico, estilo moderno e detalhes fashions como um dos ícones da marca em aplicação estilizada que lembra tricô. A Jean Monnier traz armação em cor degradê, ótimo recurso para suavizar o visual.

FIQUE ESPERTA!

Dicas básicas para não cair do salto. O salto alto é indispensável em certas ocasiões. Pode variar o tamanho de acordo com a estatura da mulher, mas uma hora todas terão de se render.

Altos e altíssimos, somente à noite. Se não está acostumada treine antes, aumentando gradativamente o tamanho do salto até se sentir confortável;

Procure distribuir o peso do corpo por toda perna, com apoio central do quadril e abdômen contraído; não trave os joelhos;

Evite subir ou descer escadas usando apenas a parte dianteira do pé, use toda a base virando o pé para o lado - subindo ou descendo quase de lado mesmo;

Jogue os ombros para trás, assim o corpo terá uma postura melhor e mais equilíbrio;

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.