A máfia do jogo de azar explora um novo filão na cidade de São Paulo. Os criminosos passaram a alugar imóveis residenciais, até mesmo apartamentos, para servir de fachada a bingos clandestinos.

Neste ano, em média, um "cassino caseiro" com máquinas caça-níquel, videobingo e apostadores foi estourado pelas polícias Civil e Militar a cada dez dias. Bairros nobres da capital paulista - Lapa, Perdizes, Pinheiros e Itaim-Bibi, nas zonas oeste e sul - aparecem como antro da jogatina doméstica e ilegal, que resiste mesmo após a proibição das casas de apostas em todo o País, em 2004.

Levantamento da 3ª Delegacia Seccional de São Paulo, feito a pedido do jornal O Estado de S.Paulo, mostra que entre janeiro e o início de agosto foram flagradas 24 residências que funcionavam como bingos nas áreas oeste e sul. O balanço não contempla a operação policial realizada anteontem na Vila Mariana, na zona sul.

"Órfãos" dos bingos

Pelo esquema identificado pelos policiais, são alugadas para este fim casas de pequeno, médio e grande porte. A arquitetura residencial é mantida intacta para despistar. Os endereços que constam nos boletins de ocorrência registrados tratam desde mansões até casebres. No mês passado, na região central, fiscais da Subprefeitura da Sé identificaram um bingo até mesmo dentro de um apartamento de 30 metros quadrados, no 1º andar de um prédio.

Os frequentadores dos cassinos caseiros são "órfãos" dos bingos tradicionais hoje fechados. As casas agora usadas pelo jogo são administradas por antigos proprietários de bingos, segundo apostadores. Até os funcionários que trabalham nos locais são os mesmos.

"Nós somos avisados pelo telefone ou por e-mail quando uma nova casa é aberta", contou Denise (nome fictício), de 59 anos, frequentadora de todas as fases dos bingos, dos legais ao residenciais. "Éramos cadastrados quando os bingos funcionavam legalmente. Com esse catálogo, hoje somos encontrados", disse.

Ranking

O bairro de Perdizes lidera o número de cassinos caseiros descobertos neste ano. As seis casas estouradas no local abrigavam, juntas, 236 máquinas caça-níquel. Em seguida, no ranking de regiões de bingos caseiros, aparece o Itaim-Bibi, onde os exploradores do jogo mantinham 105 máquinas em funcionamento.

Leia mais sobre cassinos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.