46% dos internados com H1N1 não tinham outra doença

A maior análise dos casos de adultos hospitalizados com gripe suína nos Estados Unidos mostrou que quase metade era de pessoas saudáveis, que não tinham asma ou qualquer outra doença crônica antes de serem infectados pelo vírus A H1N1. Segundo as informações, 46% dos 1.

Agência Estado |

400 adultos hospitalizados não tinham uma doença preexistente. Os resultados da análise foram divulgados durante uma coletiva de imprensa realizada.

O Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC, pela sigla em inglês) havia informado anteriormente que a maioria dos infectados pelo vírus que desenvolveram complicações sérias tinham algum tipo de doença preexistente, mas os novos dados sugerem que a maioria pode ser menor do que se considerava antes.

Um estudo com 272 pacientes hospitalizados com gripe suína, divulgado pelo "New England Journal of Medicine" no início do mês, concluiu que 83% dos adultos e 60% das crianças tinham doenças anteriores.

Porém, os funcionários de saúde lembraram que a nova análise é preliminar e não considera a obesidade como uma doença preexistente. Pesquisas anteriores indicaram que a obesidade pode se um outro fator de risco para complicações decorrentes da gripe suína. Novas análises que considerem a obesidade como fator podem mudar os resultados, disse um porta-voz do CDC.

O CDC analisou os casos de 1.400 adultos e mais de 500 crianças com gripe suína que foram hospitalizados em dez Estados em centros médicos que participavam de uma rede especial de vigilância. As internações ocorreram de abril até o final de agosto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG