33 milhões de brasileiros já foram recenseados

IBGE supera meta e pretende concluir a contagem da população até o final de outubro; números indicam que famílias estão menores

Sabrina Lorenzi, iG Rio de Janeiro |

Em apenas duas semanas, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) recenseou 33,8 milhões de brasileiros. O Censo 2010 começou no dia 1 de agosto. O presidente do órgão, Eduardo Nunes, estima que o total equivale a 16,5% da população. O número supera a meta do IBGE, que era alcançar neste período 9% dos brasileiros. Cerca de 17% dos domicílios brasileiros – 9,6 milhões – já foram visitados pelos recenseadores.

"Experimentamos uma velocidade bem rápida nas duas primeiras semanas do Censo. Atribuo a isso, principamente, o treinamento dos recenseadores. Também tivemos a oportunidade de contratar uma mão-de-obra mais qualificada que nos censos anteriores, de bom nível de escolaridade, e capacidade familiarizada com o uso do equipamento (computador de mão)", afirmou Nunes, entrevista coletiva para relatar o primeiro balanço da pesquisa.

O IBGE planeja concluir a contagem da população até o final de outubro. De acordo com o presidente do IBGE, grande maioria da população foi receptiva, alguns muito "dóceis". Mas também relatou casos inversos, de hostilidade aos recenseadores. "Nestes casos, eles retornam ao lar da pessoa".

Até sexta-feira (13 de agosto), Rondônia tinha cerca de 28% da população recenseada, o maior percentual do País. Sergipe (27%) e Ceará (25%) vêm em seguida entre os mais visitados pelos recenseadores. Apenas o Rio Grande do Sul, onde 8,2% da população foi pesquisada, ficou abaixo da meta.

Cerca de 191 mil recenseadores estão fazendo a coleta de informações nos lares brasileiros - que o IBGE estima em 58 milhões. No Censo anterior, de 2000, o IBGE contou 54 milhões de lares, dos quais 45 milhões estavam ocupados e 9 milhões vazios.

"O censo está mostrando que o número médio de moradores nos domicílios, hoje, é relativamente pequeno em relação aos censos anteriores, com famílias, com moradores que tendem a passar boa parte do dia fora de casa, trabalhando ou estudando", afirmou o presidente.

Até o final de outubro, os recenseadores terão visitado cerca de 58 milhões de domicílios, espalhados por 5.565 municípios brasileiros, para que o IBGE possa revelar um novo retrato do País, por meio de um conjunto de informações demográficas, socioeconômicas e habitacionais.

Os recenseadores podem ser identificados por meio de seu uniforme, com colete e boné, além do computador de mão que cada um carrega para trabalhar. A identidade de todos eles pode ser conferida por meio de ligação gratuita para o telefone 0800-7218181 ou pela internet.

    Leia tudo sobre: IBGEcenso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG